O Que Aprendi (profissionalmente) em 4 Anos Vivendo em Outro Pais

Uau, já completamos 4 anos vivendo fora do Brasil e logo mais fechamos o quinto ano por aqui. Posso definir como “A maior aventura de nossas vidas” até o momento. Fiquei pensando que eu tinha 37 anos na época e já parecia um pouco “tarde” para este movimento. Me dei conta deste ponto apenas agora. Como fomos corajosos para encarar este desafio que nós mesmos buscamos. Hoje, quando olho pra trás percebo a coragem e audácia para esta realização.


Acompanhando esta reflexão quero destacar os aprendizados profissionais que tive nesta jornada. O caminho não foi fácil e linear. Muitos obstáculos, curvas, chuvas, tempestades de ventos, frio, neve e sol por esta trilha, mas valeu e ainda vale viver esta experiência de achados e descobertas.


Ter um plano no campo profissional, mesmo que macro, me ajudou a nortear o que iria fazer em novos horizontes. Na realidade eu não sabia os detalhes e as reais possibilidades de concretizá-los mas em minha mente eram possíveis. Partindo deste pressuposto, fui em busca desta realização.  O plano era possível, mas eu iria me frustrar. Ele não seria exatamente como imaginei. Ops, tive que lidar com estas frustações e recebi muitos NÃO! Eu não falava o idioma local, eu não conhecia pessoas do mercado local, eu não conhecia a cultura local, eu não sabia nada do mercado de trabalho e muito menos dentro de minha área de atuação. Oh NÃO, como fui sair desta?  No Brasil eu já tinha uma carreira concretizada, já conhecia e era conhecida em minha área… mas quando resolvemos encarar algo novo, faz parte do processo de mudança ouvir e viver os NÃOS. No primeiro trabalho de minha carreira, era trainee comercial e lá aprendi que um NÃO era um desafio e que, na realidade, um NÃO era uma oportunidade para criar e conquistar meu objetivo. Bastava eu acreditar que estava fazendo o certo.  Não sei precisar quantas negativas recebi por aqui, mas sei dizer que em cada uma delas, eu plantava uma semente que hoje estou colhendo os frutos. Cada negativa me trouxe os seguintes aprendizados e ações:


Eu não falava o idioma local: rapidamente fui aprender o idioma local. Comecei a estudar uma nova língua. Era a primeira vez que tinha contato com aquele idioma (francês).

Eu não conhecia pessoas do mercado local: No Brasil eu tive a oportunidade de trabalhar com empresas multinacionais, incluindo a última consultoria em que eu era parceira. Verifiquei se havia um escritório destas empresas em meu novo destino. Solicitei conexão da filial brasileira com a belga e consegui minha primeira reunião/entrevista.

Eu não conhecia a cultura local: iniciei um curso em minha área de atuação. Conheci como minha profissão era exercida por aqui, colegas de profissão, como as pessoas enxergavam o profissional desta área, por onde eles andavam, como conseguiam seus clientes, onde se reuniam e viviam a profissão.

Eu não sabia nada do mercado de trabalho local e muito menos dentro de minha área de atuação: aos poucos fui me adentrando em um novo universo, observando e transitando em busca de meu lugar.


Dizem que sair da zona de conforto é onde a mágica acontece! Pois é, vivi e posso dizer que ainda vivo esta realidade. Lógico que hoje de forma mais confortável mas ainda enfrento meus desafios e NÃOS. Faz parte da vida e não somente da vida de quem optou por sair de seu pais de origem. A gente cresce, amadurece e aprende a lidar com os obstáculos.

Os NÃOS me ajudaram a dizer sim para mim e buscar o que era possível e faria sentido neste novo momento de vida. Fui montando um novo CANVAS profissional. Cores e formas diferentes, mas com a mesma essência. Achei a minha fórmula que é única. Cada um de nós também tem a sua própria fórmula e brilho. Cada um tem sua própria história e cor. Dentro de um novo contexto vamos descobrindo novas facetas de nós mesmos e nos testando, até encontrarmos o que realmente nos completa e faz sentido em nossa vida. Às vezes podemos pensar que não temos tempo para esta análise e que tudo isto não é possível, mas esta é apenas uma crença limitante. Se você de fato quer se perceber, sentir e viver em um novo contexto mesmo tendo que trabalhar no que dá naquele momento, você pode fazer um trabalho paralelo e ir se reconectando à sua essência aos poucos.


Quando moramos fora, parece que nossa essência “grita”, fica à flor da pele, tem que ter coragem de se olhar, aceitar e acolher (desafiador, né? Mas fundamental). Acredito que este movimento é uma transformação constante que enfrentamos e sempre haverá oportunidades para esta dinâmica de olhar, aceitar e acolher a si próprio.


Como coach profissional estou aqui para apoia-la em sua jornada, assim como também tenho alguém que me apoia quando preciso. Aceitar que não somos super-heróis ajuda neste processo de aprendizado e fica ainda mais claro quando nos vemos sozinhos em outro país, buscando uma nova vida profissional. Ter uma coach ou mentora que possa mostrar novas perspectivas de uma determinada situação que nos sentimos sem saída, pode ser muito útil, trazer leveza, alívio e luz. As vezes uma simples pergunta, no momento certo, pode mudar sua motivação e a direção de seu caminho. Posso dizer por experiência própria que ter ouvido a seguinte pergunta, numa reunião de mulheres empreendedoras, fez toda a diferença na minha nova vida profissional:

Mas Ticiana, você precisa ter mesmo clientes localmente?


Será que você também esta passando ou já passou por este momento? Espero que minha história lhe traga inspiração e insights para seguir em frente e, se precisar, vamos conversar.


#aprendizadonoexterior

#brasileirospelomundo

#brasileirosnabelgica

#ticianatucci

#vidadeexpatriado

#reinvencaodecarreira

#carreirainternacional

#repensaracarreira

#coachingdecarreira

#coachingdecarreiraparaexpatriadas

#networkingpelomundo

#identidadeprofissional


0 visualização

Ticiana Tucci - Desenvolvimento Humano - Human Development

ticiana.tucci@gmail.com

 

+32 477 52 72 46

 

 

 

© 2019 Todos os direitos reservados para Ticiana Tucci / All rights reserved for Ticiana Tucci

whatsapp_icone.png
  • Instagram
  • Facebook